Redes Celulares 5G e Desenvolvimento Nacional

  • Arismar Cerqueira S. Jr.

Resumo

Este artigo relata diversas atividades de pesquisa realizadas no Inatel concernentes às futuras redes celulares de quinta geração (5G). O trabalho baseia-se fundamentalmente em três vertentes: antenas e arranjos de antenas para 5G; dispositivos de RF baseados em tecnologias fotônicas para 5G; redes 5G óptico-wireless utilizando o transceptor nacional baseado em GFDM (Generalized Frequency Division Multiplexing). Em todos os casos, buscou-se atender bandas potenciais para 5G, desde micro-ondas até a faixa de ondas milimétricas (30 a 300 GHz). Dentre outros, destacam-se arranjos de antenas baseados em guias de onda fendido reconfiguráveis, amplificadores de RF baseados em fotônica com largura de faixa de 50 GHz e redes óptico-wireless multibanda com vazão de 2 Gb/s na banda de 26 GHz.

Publicado
2018-10-31
Como Citar
CERQUEIRA S. JR., Arismar. Redes Celulares 5G e Desenvolvimento Nacional. Revista de Tecnologia da Informação e Comunicação, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 35-42, out. 2018. ISSN 2237-5104. Disponível em: <http://rtic.com.br/index.php/rtic/article/view/103>. Acesso em: 17 dez. 2018.
Seção
Artigos