Detecção dos Principais Pontos no Sinal de ECG para Identificação do IAM por meio do Processamento Digital do Eletrocardiograma

  • Cecília de Moura Costa
  • Uriel Govinda
  • Carlos Danilo Miranda Regis

Resumo

Desenvolver métodos computacionais que auxiliem nos diagnósticos médicos têm ganhado importância no cenário atual, principalmente no que diz respeito às doenças do coração, visto que, essas doenças somam a maior causa de morte no mundo. Dentre as doenças que afetam o coração o Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) é responsável por um grande número de falta de agilidade e imprecisão em seu diagnóstico. O IAM caracteriza-se pela ausência ou redução do fluxo sanguíneo que chega ao coração, impossibilitando o músculo cardíaco de oxigênio e nutrientes. Uma maneira simples de identificar o IAM é por meio do eletrocardiograma (ECG), pois na evolução de seu quadro clínico, alterações notáveis são grafadas na onda característica do ECG. Esse estudo apresenta o desenvolvimento de um algoritmo de análise dos principais pontos, que no sinal de ECG, identificam o IAM, e tem por objetivo aumentar a rapidez e precisão no diagnóstico bem como diminuir o número de erros médicos. O algoritmo parte da detecção do QRS, baseado no algoritmo proposto por Pan & Tompkins com modificações em seus limiares de detecção e da correta segmentação do sinal de ECG. Em seguida é analisado os pontos que, quando alterados, permitem identificar um quadro clínico de IAM: Segmento ST e Onda Q patológica. A viabilidade do algoritmo é avaliado segundo o Banco de Dados do MIT-BIH arrhythmia database. Para a detecção do QRS o algoritmo possui uma sensibilidade de detecção correta de 99,3% dos complexos QRS. Na análise das amostras patológicas, o algoritmo detecta 20% de ocorrência em cada amostra e na análise de amostras normais a patologia não foi determinada.

Publicado
2016-04-30
Como Citar
DE MOURA COSTA, Cecília; GOVINDA, Uriel; DANILO MIRANDA REGIS, Carlos. Detecção dos Principais Pontos no Sinal de ECG para Identificação do IAM por meio do Processamento Digital do Eletrocardiograma. Revista de Tecnologia da Informação e Comunicação, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 15-20, abr. 2016. ISSN 2237-5104. Disponível em: <http://rtic.com.br/index.php/rtic/article/view/71>. Acesso em: 15 nov. 2019.
Seção
Artigos