Simuladores e Emuladores de Rede para o Projeto e Solução de Problemas em Ambientes de Produção

  • Marcelo Sousa
  • Joab Silva
  • Whasley Souza
  • Yngrid Cabral
  • Uênio Rocha
  • Tatiana Olimpio

Resumo

Simuladores e emuladores tem um papel importante para auxiliar no funcionamento de redes de computadores. Por tentarem se aproximar ao modo de operação de um ambiente real é possível extrair vantagens no uso de ferramentas desse tipo. Sob a identificação adequada dos requisitos daquele ambiente (requisitos do cliente) um engenheiro de redes pode projetar de maneira adequada as soluções para o respectivo cenário, com a oportunidade de realizar testes exaustivos antes da aplicação em equipamentos reais. Isso pode economizar recursos financeiros, além de resultar em uma melhor documentação de projeto, o que contribui também para uma melhor identificação e solução de problemas (trobleshooting). Neste artigo, os autores apresentam as principais características de alguns simuladores e emuladores de redes de computadores, assim como algumas diferenças em seus modos de operação. A contextualização com ambientes reais é realizada, citando vantagens e desvantagens dessas ferramentas frente à interação com protocolos, dispositivos reais e confiabilidade na tentativa de reproduzir o comportamento da rede em ambientes de produção. Um detalhamento maior é exposto na análise do simulador Cisco Packet Tracer e do emulador GNS3, que também integram parte de um experimento em laboratório real, com componentes de roteamento, comutação,  Internet das Coisas e sistemas operacionais variados.

Publicado
2016-10-31
Como Citar
SOUSA, Marcelo et al. Simuladores e Emuladores de Rede para o Projeto e Solução de Problemas em Ambientes de Produção. Revista de Tecnologia da Informação e Comunicação, [S.l.], v. 6, n. 2, p. 16-25, out. 2016. ISSN 2237-5104. Disponível em: <https://rtic.com.br/index.php/rtic/article/view/76>. Acesso em: 09 maio 2021.
Seção
Artigos